Se você tem intolerância, receio, temor, pavor em cozinhar, então você é um mageirocofóbico. E tem cura? Tem tratamento, claro!

Ou seja, cozinhar também pode ser terapêutico: no sentido vulgar da palavra – e também no sentido clínico do termo, sob orientação e supervisão de um psicoterapeuta.

Então citemos Jung: “A criação de algo novo não é realizado pelo intelecto, mas pelo instinto de diversão que age a partir da necessidade interior. A mente criativa brinca com os objetos que ama” (1998). É como uma arteterapia que auxilia a pessoa a lidar com seus conflitos internos, estruturando-os e direcionando-os ao equilíbrio. Quando a pessoa concretiza a sua obra, ela passa a vivenciar uma oportunidade de reformular e reestruturar a si mesmo, encontrando assim a direção para o seu equilíbrio emocional, sentindo-se assim, mais capaz.

Cozinhar não é um ato de amor: é criação – envolve mais que amor. E criar não é necessariamente uma inovação: criar, no sentido Junguiano, é sempre uma realização quando a necessidade interna concretiza algo prazeroso. Algo que pode inclusive, gerar mais prazer ao ser compartilhado. E não é necessário ter fobia para desenvolver o prazer em cozinhar. Medos podem ter diversas origens e sempre temos medo de algo, em maior ou menos grau.

Mas ter preguiça, desconhecer técnicas culinárias, ou ainda, não ter paladar desenvolvido não são patalógicos. Para tudo isso um chef pode ajudar através de uma consultoria ou coaching, orientando, treinando ou dando aulas. Afinal, de perto, somos todos normais.

Eiji Tomimatsu

Chef


Foto: Yuri Mine 

Eiji Tomimatsu, 

Chef há mais de 12 anos, atua em Consultoria gastronômica e Coaching de carreira. Experiência como docente na Graduação e Pós graduação em Gastronomia na Estácio, São Camilo, Senac e Anhembi Morumbi entre outras instituições. Possui graduação em Administração pela FGV e Gastronomia pela UAM, pós-graduação em Gerenciamento de projetos, Marketing e RH pela FGV, especialização em Gastronomia Funcional pela Famesp e Orientação Profissional pelo Instituto Sedes Sapientiae.  É autor de livros e DVDs na área acadêmica e práticas de cozinha.