Parafraseando a canção, só queremos saber do que pode dar certo.

Incertezas e tempos de crise nos causam transtornos emocionais: queremos soluções, conhecimento e sabedoria para transportarmo-nos a um lugar onde há somente felicidade e prazer. Não temos tempo de testar receitas.

Porém, quais ingredientes escolher, como combiná-los, o que preparar, do que temos desejo? E hoje não há muito porquê se fixar em alguma predileção, pois tudo é muito efêmero. E há versões demais para uma mesma preparação: qual exatamente é a melhor?

Para quem vivenciou um ciclo na história, sabe que para superar uma crise é preciso acreditar que é possível criar um futuro melhor. E trabalhar muito, tratando das causas, revertendo as consequências e – o mais desafiador – criando empreendimentos capazes de gerar resultados promissores para um futuro indeterminado. Porém, cada ciclo é único, não há receitas de sucesso que funcionam para todas as ocasiões: todo processo tem seu contexto e é a partir das características desse contexto é que se deve estruturar o empreendimento.

Ok, voltemos a Gastronomia...

Você já deve ter percebido (principalmente se mora numa grande cidade como São Paulo) que hoje a tendência em alimentação inclui comida que agregue valores que representam uma alimentação saudável, prática de se preparar ou consumir, confiável, prazerosa e sustentável. Pois bem, estas são as grandes tendências, este é o contexto. Está tudo no relatório “Foodtrends 2020”, elaborado pela FIESP e ITAL.

Como desenvolver receitas que estejam alinhadas com estas tendências? Há quem venda receitas prontas: os gurus das dietas, os “Chefs” recém-formados ou atores-modelos “chefs”, os “sais do himalaia”...

Mas não há soluções prontas: é necessário pesquisar novos ingredientes, novas maneiras de preparar comida, adotar novos hábitos de consumo – o mundo mudou porque as pessoas mudaram e sempre vão mudar. Assim como as crises: sempre iremos superar.

Eu escrevi “nós”.

Eiji Tomimatsu

Chef


Foto: Yuri Mine 

Eiji Tomimatsu, 

Chef há mais de 12 anos, atua em Consultoria gastronômica e Coaching de carreira. Experiência como docente na Graduação e Pós graduação em Gastronomia na Estácio, São Camilo, Senac e Anhembi Morumbi entre outras instituições. Possui graduação em Administração pela FGV e Gastronomia pela UAM, pós-graduação em Gerenciamento de projetos, Marketing e RH pela FGV, especialização em Gastronomia Funcional pela Famesp e Orientação Profissional pelo Instituto Sedes Sapientiae.  É autor de livros e DVDs na área acadêmica e práticas de cozinha.