#vamospaulistar é uma iniciativa deste portal no sentido de mostrar que a cidade de São Paulo é muito mais do que shows de artistas que muitas vezes não possuem sua origem na metrópole, muito mais que projetos que trazem para o asfalto das ruas quem deveria desfrutar mais dos parques que a cidade possui; e que muito mais que um cinza concretado, ela é feita da alma, do amor e da vida de todos nós paulistanos que aqui estamos e juntos construímos algo único e universal!

A maior metrópole da América do Sul, São Paulo também é a sétima cidade mais populosa do planeta e tem muito a oferecer a quem aqui vive ou vem visitá-la!

Sendo o berço de uma das maiores colônias italianas, São Paulo é a segunda cidade que mais consome pizza no mundo, ficando atrás somente de Nova Iorque. Os paulistanos consomem mais de 700 pizzas por minuto, 1 milhão de pizzas por dia, segundo dados do São Paulo Convention & Visitors Bureau!

Uma pesquisa de 1999, do sociólogo, ex-presidente do IBGE, Simon Schwartzman, indicou que cerca de 10% dos brasileiros entrevistados afirmaram ter ancestralidade italiana, percentual que, numa população de cerca de 200 milhões de brasileiros, representaria em torno de 20 milhões de descendentes; portanto os ítalo-brasileiros são considerados a maior população de oriundi (descendentes de italianos) fora da Itália.

O estado de São Paulo absorveu a maioria dos imigrantes italianos que vieram para o Brasil. Este estado foi o destino de 44% da imigração italiana para o Brasil entre os anos de 1820 e 1888, de 67% entre 1889 e 1919, com ênfase entre 1900 e 1909, quando atraiu 79%. O peso demográfico italiano no estado foi enorme: em 1934, italianos e seus filhos representavam 50% da população de São Paulo.

E nos bairros paulistanos do Brás, da Mooca e do Bixiga, ainda hoje ligados ao passado operário italiano, se concentram muitas histórias e encontramos várias atrações como as festas anuais de Nossa Senhora da Achiropita (Bixiga) e a de San Gennaro (Mooca). Entre inúmeras pizzarias, estão lá as famosas Speranza, Ângelo e Castelões. E independente do time de futebol que cada morador do bairro da Mooca tenha como o seu preferido, o Juventus é o time de coração de todos! Participar dos jogos no campo oficial é um momento único de alegria e integração! Fatos inexplicáveis que acontecem em São Paulo...

Veridiana da Silva Prado foi uma mulher importante para a história das artes em São Paulo. Na vanguarda dos debates, ela foi uma grande incentivadora das artes na cidade, sendo inclusive citada em algumas discussões da Semana de Arte Moderna de 1922. Além disso, ela chocou o conservadorismo de sua época quando se divorciou do marido. No período o assunto ainda era um grande tabu na sociedade. Uma das principais pizzarias da cidade leva o seu nome!

Além dos italianos, São Paulo concentra o maior número de japoneses e libaneses fora de seus respectivos países de origem. Só a população de japoneses e seus descendentes na capital é estimada em quase 40 mil pessoas! Além dos sushis, o lámen (ou rámen) faz parte da culinária japonesa desde o século XVII, porém sua origem é chinesa. No tradicional bairro da Liberdade, onde hoje uma mistura de culturas orientais convivem em meio a festas tradicionais como o Toyo Matsuri com as apresentações dos tambores e o Hanamatsuri ou festival das flores que celebra o nascimento de Buda Xaquiamuni, há restaurantes tradicionais como o Aska, Lámen Kazu, Momo Lámen, Porque Sim entre outros que oferecem uma infinidade de sabores únicos orientais.

E não é só de concreto que é feita a megalópole São Paulo... resistem em meio ao verde três aldeias indígenas! Uma tribo Guarani reside no Pico do Jaraguá, na Zona Oeste; e outras duas, a Tenondê Porã e a Krukutu residem em uma reserva no distrito de Parelheiros no extremo sul da cidade. Nesse mesmo distrito, há uma cratera feita pela colisão de um meteorito há mais de 40 milhões de anos. Acredite ou não, mas é nessa cratera de 140 metros de profundidade que vivem cerca de 25 mil paulistanos, ao sul da Represa Billings.

E para terminar essa pequena introdução de hoje, uma das curiosidades sobre a cidade de São Paulo que você não deve conhecer: você sabia que bem próximo da Avenida Paulista existe uma enorme plantação de café? O Instituto Biológico, na Vila Mariana, tem aproximadamente 1500 pés de café plantados. Este é o maior cafezal em área urbana no Estado de São Paulo!

Convidamos todos a publicarem em suas respectivas contas no Instagram, fatos, eventos e histórias sobre São Paulo marcando a nossa iniciativa #vamospaulistar e o nosso portal #souavenidapaulista

    

Marco Antonio Jordão Magalhães

Publisher


Foto: Fernanda Magalhães 

Marco Antonio Jordão Magalhães, 

paulistano, empreendedor e empresário, possui MBA pela Michigan University na Michigan Ross School of Business. Sua carreira de mais de 30 anos é divida em duas fases, como colaborador premiado na área de marketing em multinacionais automobilísticas e como empreendedor conduzindo ideias, inspirando clientes e dirigindo uma equipe global de web e marketing. Mora em São Paulo e ama a Avenida Paulista, onde aplica parte dos serviços de integração digital, social e design que fazem a diferença para seus clientes em New York, San Francisco, Toronto, Londres, Buenos Aires e São Paulo.